Inovação

Irani é reconhecida como uma das melhores do país em inovação aberta no ranking Top Open Corps 2021

A Irani Papel e Embalagem, uma das principais indústrias de papel e papelão ondulado do Brasil, foi reconhecida entre as cinco companhias de Papel e Celulose do país líderes em open innovation com startups: o TOP Open Corps 2021. A empresa catarinense junto com as demais premiadas foram responsáveis por 91% dos relacionamentos com startups identificadas no setor.

O prêmio é concedido pela 100 Open Startups, uma plataforma de open innovation pioneira e líder na América Latina, que tem como missão transformar o mercado e a sociedade a partir da inovação pela colaboração entre empresas e startups. O Ranking 100 Open Startups, que monitora a evolução da prática da inovação aberta e premia as empresas e startups líderes, é publicado anualmente, desde 2016.

Este ano, o Ranking registrou números recordes do ecossistema de inovação: 26.348 relacionamentos de open innovation entre corporações e startups, dobrando o volume de 2020. Na categoria Papel e Celulose, o Ranking identificou 19 companhias que praticam open innovation com startups no Brasil, dentre elas a Irani Papel e Embalagem, que possui em seu DNA a cultura da inovação e o relacionamento com o ecossistema de inovação aberta.

Um dos exemplos do compromisso da empresa em construir relações de valor com startups, responsável pelo reconhecimento da Irani com o prêmio TOP Open Corps 2021 é o Irani Labs. O programa de inovação aberta foi lançado em 2020 com o objetivo principal de desenvolver novas soluções em produtos, serviços e processos, além de impulsionar projetos desenvolvidos por startups, visando sempre a inovação do nosso setor.

Desenvolvido em parceria com a Grow+, aceleradora de startups e gestora de investimentos, o Irani Labs encontra-se em sua segunda edição, onde está selecionando até cinco startups – duas a mais do que na primeira edição. Assim como aconteceu ano passado, as vencedoras terão a oportunidade de se tornarem parceiras da Irani ao testar e cocriar as soluções propostas nas unidades fabris da companhia, além de contar com um processo de contratualização simplificado (Fast Track).

Outro exemplo importante dentro da estratégia de inovação da companhia é a Irani Ventures, veículo de Corporate Venture Capital (CVC) para investimento e aceleração de startups que atuam em sinergia com o seu modelo de negócio. Lançado no início de agosto, o veículo de CVC é um complemento do Irani Labs e prevê para os próximos sete anos a formação de um portifólio de até 20 startups com investimento inicial de até R$ 1 milhão por startup.

Desenvolvido também em parceria com a Grow+, as startups selecionadas pela Irani Ventures terão acesso ao Programa de Aceleração 10-WeekLabs™, onde passarão por um processo de imersão e alavancagem com capital intelectual, envolvendo suporte operacional, mentoria e networking, que auxiliarão no crescimento e desenvolvimento das atividades e do negócio das startups.

O Irani Labs, assim como a Irani Ventures e as demais iniciativas de inovação da empresa, próprias ou abertas, estão estruturadas no Programa Inova, que tem o propósito de promover a gestão integrada da inovação por meio da promoção da cultura, geração de ideias, gestão de portfólio de inovação e desenvolvimento de projetos de inovação aberta.

“A Irani é movida pelo desafio de inovar diariamente, não apenas em produtos e serviços, mas também na maneira como nos relacionamos, como produzimos e para mitigar o impacto que promovemos à sociedade e ao meio ambiente. Por isso, entendemos que investir em inovação aberta é a melhor alternativa para criar oportunidades competitivas no mercado, sempre tendo como base a sustentabilidade. E estar entre as cinco companhias do setor líderes em open innovation com startups no país é um marco importante, pois é o reconhecimento dos esforços que temos feito ao longo dos anos”, afirma Sérgio Ribas, diretor-presidente da Irani Papel e Embalagem.

Atendimento online